Os bonecos gigantes de Monteiro Lobato, conhecidos popularmente como Pereirões, sempre estiveram associados à alegria do carnaval. Com corpos de jacá, um cesto feito de bambu e cipó, possuem altura superior a três metros. A estrutura é carregada pelos foliões durante os dias de carnaval, onde realizam danças, giros e corridas com o público.

Os primeiros bonecos foram criados em 1935 em Buquira, no bloco “Caminhão do Neco”, atração liderada pelo artista local Tião Munheca. Nesse período, a expressão “Carnaval sem Tião, é comida sem Feijão”, tornou-se popular entre os moradores, tamanha sua importância durante os festejos carnavalescos. Alguns anos depois, os bonecos feitos de jacá tornaram-se maiores e receberam o apelido de Pereirões.

Tião Munheca foi um dos principais líderes do movimento, juntamente com Nelson Gomes. Durante anos a dupla zelou pela organização do grupo e preservação da tradição.

A trupe de Pereirões sobreviveu ao tempo e à modernidade. Em cada edição de carnaval eles ressurgem para alegria da população. Representam uma das manifestações folclóricas mais antigas e mais importantes do Vale do Paraíba.

Nosso site faz o uso de cookies para melhorar sua experiência de navegação. Leia sobre como utilizamos cookies e como você pode controlá-los clicando em "Preferências de Privacidade" à direita.

Preferências de Privacidade

Quando você visita qualquer site, ele pode armazenar e recuperar informações através do seu navegador, geralmente na forma de cookies. Como nós respeitamos sua privacidade, você pode escolher não permitir coletar dados de alguns tipos de serviços. Entretanto, ao não permitir esses serviços sua experiência pode ser impactada.


ACESSIBILIDADE

Para navegação via teclado, utilize a combinação de teclas: Alt + [ de atalho]

Atalhos de navegação:

Tamanho da Fonte/Contraste
fechar
ACESSIBILIDADE
Carregando... Por Favor, aguarde...